>

A Alimentação Que Ajudou Meu Pai a Perder 7 quilos em 2 Meses, Sem Exercício

Tuesday, March 20, 2012

Quando meu pai começou a sofrer de dor nas costas, recomendei que mudasse sua alimentação para perder os quilos extras e diminuir o impacto na coluna. Para ajudar no processo, escrevi um plano de alimentação simples, que é o mesmo plano que sigo, para o direcionar no caminho certo. 

Para minha surpresa, ele perdeu mais peso do que eu imaginava e além disso começou a se sentir bem melhor com os novos alimentos incorporados. Já que muitas pessoas demonstraram curiosidade quanto ao seu plano de alimentação, resolvi escrever tudo de uma forma clara e simples para que quem estiver interessado possa também ter acesso.

Embora meu pai tenha perdido peso sem fazer exercício físico, pois ainda estava se recuperando de sua dor nas costas, recomendo que no seu caso, se seu médico aprove que faça exercício, incorpore pelo menos 30 minutos por dia de exercício aeróbico e muscular, pois o exercício é também essencial para uma vida saudável. 

Pessoalmente, gosto de preparar na noite anterior ao lado de minha cama meu tênis, meia, e traje esportivo pronto, pois assim que acordo nem preciso pensar e já me visto para a atividade. Depois de me hidratar com água, faço 30 minutos de exercício seguindo aulas online ou correndo na vizinhança. Dessa forma, posso criar uma rotina e mesmo que não me sinta motivada de manhã, sei que durante 30 minutos toda manhã estarei fazendo alguma atividade física, mesmo que seja alguns exercícios simples. 

A razão que sigo essa alimentação e atividade física não é para perder peso, mas por razão de uma doença crônica preciso me alimentar de maneira saudável e manter minha atividade aeróbica constante. Caso você gostaria de perder alguns quilos, ou apenas aumentar sua qualidade de vida, recomendo que siga a Alimentação 1, 2, 3 por uma semana e veja como se sente. Uma semana não é muito tempo, mas pode ser a semana que inicie a mudança para o resto de sua vida. Vale a pena tentar!

Como nada no mundo é perfeito, existem situações aonde quebro algumas regras da Alimentação 1, 2, 3 quando estou visitando alguém ou viajando a turismo. Mas 90% do tempo sigo essas regras pois sei que me sinto melhor quando cuido do meu corpo.

Também gostaria de mencionar que meu dois filhos não seguem as regras da Alimentação 1, 2, 3. Embora comam tudo que cozinho e tenham uma alimentação saudável, por não precisarem perder peso ou lidar com alguma doença crônica, se alimentam de tudo um pouco. 

Finalmente, tudo que comer fora de casa vai ser mais difícil de controlar como foi feito, com que tempero, etc. Assim, recomendo que coma o máximo que puder comida feita em casa, com ingredientes naturais, e produtos frescos de qualidade. Se não tiver muito tempo de cozinhar, faça maiores quantidade e congele porções para os outros dias. 

Você pode se alimentar de forma saudável sem gastar mais dinheiro ou passar horas fazendo receitas complicadas. Não faço bolos, pizzas, tortas, lazanha, massas ou pães sem glúten. Se puder comprar algum produto natural sem glúten e açúcar para um petisco esporádico, nada o impede. Mas não vai precisar nada disso para comer bem. Depois que o corpo deixa de ficar viciado em carboidratos simples como o trigo, você nem vai sentir mais falta.

Não se esqueça que essa alimentação vai ajudar seu corpo e sua mente a terem mais energia e saúde. O foco não é no que você não pode comer, o foco é na qualidade de vida que você pode viver!

Lembre-se que essas sugestões alimentares são somente para fins infomativos e não substituem recomendação médica. Não me responsabilizo por escolhas pessoais. Sempre consulte com seu médico.






No comments

Post a Comment

Enjoyed this post? Sign up for fresh posts below!